Pesquisar este blog

domingo, 3 de maio de 2015

Um instante azul... Poemas MIL.















UM INSTANTE AZUL... 


Vago num instante azul 
de paz infinita! 
É um momento pueril 
onde a verdade e o sentido 
não foram esquecidos, 
nenhuma sombra ofusca! 
Será o paraíso que todo homem busca?


Vago entre nuvens azuis 
que seguem tranquilamente, 
sopradas pelo vento menino 
que libera amorosamente 
a infância adormecida, 
liberta o sentimento puro, 
anula o dia a dia inútil! 


Azul que acalma as ânsias...
Navegando vou pelo céu, 
saindo deste sal da Terra 
que salpica de angústias. 
Esvoaçante como pluma, 
carregada pelo vento menino, 
no seu terno afago de brisa! 


Ter um pedaço de paraíso 
bem longe dos conflitos, 
das dores e males do mundo, 
de tudo que é confuso! 
Sem o ‘Minuano’ que arrasa 
e destrói por onde passa. 
Ter um instante de brisa! 


Maria Iraci Leal/MIL 
POA/RS/Brasil 
25/04/2015 
Obra protegida
(registrada)

Um comentário:

  1. Para quem visite minhas humildes letras, deixo o meu apreço e beijo, MIL.

    ResponderExcluir