Pesquisar este blog

segunda-feira, 20 de abril de 2015

MULHERES SÃO ROSAS À JANELA




Mulheres são como aquelas belas rosas

que se vêem às janelas debruando

os parapeitos de belíssimos trejeitos, prosas

de um poeta, que ao versá-las, vão cuidando.



Há nelas – rosas belas, belas mulheres – briosas

silhuetas, com que o sol vai desenhando

(por entrepostas sombras, as mais curiosas)

a força que é delas, num outro coração - pulsando.



Cada homem que passa, já passou, não passa

mais: porque em cada um ficou, a traça

de uma bela mulher, que jamais irá esquecer:



Porque rosas são mulheres, que devemos pôr

no mais alto do pendão, sem nada impor

e ouvindo muito bem, o que elas têm, para nos dizer.



Jorge Humberto

16/04/15

Nenhum comentário:

Postar um comentário