Pesquisar este blog

domingo, 7 de setembro de 2014

GRISALHOS OLHOS





Passava diante dos teus olhos
Grisalhos olhos, encantados,
Sorria, sugerindo coisas,
O corpo gingando de desejo
No final do corredor, castanhos imantados,
Me viam chegar, interessados,
Chamando-me para o pecado
O momento, em que a fêmea grita,
Fêmina ativa, inquieta, ardendo,
Precisando do maduro cio,
Da admiração desse olhar,
Macho viril, experiente,
a seguir meus passos, pelo caminho,
Desejosa, voluptuosa, excitada,
Traduzo no movimento das ancas,
No brilho lisonjeado dos olhos,
No movimento dos cabelos dourados,
Quero ser tua, quero suas mãos em mim,
Mostrando o que de mais feminino carrego, só pra ti...
Te ofereceria meu cruzar desprevenido de pernas,
A profundidade do meu decote, no corpo antevertido,
O descuido estratégico de um botão aberto,
A transparência provocativa
No silencio, os olhos falam,
O corpo delata,
O rubor entrega,
Impossível não demonstrar querer,
Se é diante de ti que sou mais mulher

Vera Celms
Licença Creative Commons
GRISALHOS OLHOS de Vera Celms está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

2 comentários:

  1. Uma beleza de poema, deliciosamente sensual, parabéns maninha Vera, grande beijo manamiloka, MIL.

    ResponderExcluir
  2. não preciso dizer o quanto te amo te amo por essas belezas de poema que vc nos prezenteia
    te amo por essa mulher que vc é amo Deus por ter me dado vc beijos aos montes pra vc de mim

    ResponderExcluir