Pesquisar este blog

domingo, 20 de julho de 2014

POEMA DE AMOR



Neste sorriso me perdi por nele encontrar
Quem tanto busquei já eu nascia pra te amar.
Do sorriso ao primeiro beijo descobertas a haver
Vontades ou ensejos o desejo a nos percorrer.


Que no teu corpo calaram tamanhos segredos
Perdidos se mostraram tantos e tantos medos.
O que então amei na noite a noite primeira
Ficou subentendido na respiração altaneira…


E era tão nossa tão nossa essa vontade suprema
E era tão grande tão grande o nosso amor
Dias e noites nas noites e dias a nos enamorar


Que o que ficou se fez eterno e amado lema
Que o que restou fomos nós e em nós o calor
Que jamais esqueceremos o que então fomos buscar.


Jorge Humberto
20/07/14

Nenhum comentário:

Postar um comentário