Pesquisar este blog

sexta-feira, 20 de junho de 2014

A BELEZA DO ESPERAR

TE ESPERO  LUZ ACESA LUZ APAGADA
NO CALOR DA TARDE  OU NO FRIO DA MADRUGADA
SEI QUE VENS NÃO SEI COMO   MAIS SEI
AS VEZES  CHEGA COMO UMA FERA FERIDA
ME ESMAGA ME AMAÇA QUERENDO ME TIRAR A VIDA
OUTRAS VEZES  MANSINHA  FALA EM MEU OUVIDO ,, VOLTEI
,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,
SEI QUE  DE VOLTA  SEMPRE  PRA MIM
MESMO QUE VAI PRA MUITO LONGE NUNCA É O FIM
VOLTA  COMO FERA, OU COM  JEITO DOCE E MACIO
EU ESPERANDO COM O CORAÇÃO EM CHAMA
NAS DOBRAS  QUENTE DE NOSSA CAMA
A FERA FERIDA, OU MINHA GATA NO CIO
;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;
EU TE DOU AMOR CARINHO E LOUCURAS
POIS É EM MEUS BRAÇOS QUE PROCURAS
TUA   ÁNCIA DE AMAR E AMAR SACIAR
DEPOIS   ME BEIJA  E SAI DE MANSINHO
MAIS UMA VEZ ME DEIXA SOZINHO
ANCIOSO NA CAMA A TE ESPERAR
.................................................................

M A N O E L   C O R R Ê A









Nenhum comentário:

Postar um comentário