Pesquisar este blog

segunda-feira, 28 de abril de 2014

SÓ A CAMA ERA DE CASAL






Um dia acordei mais cedo
Num daqueles dias que adormeci na madrugada
Olhei em volta, e me achei só, mais uma vez,
Diante da TV...
E no próximo, voltei a notar
E no outro, também
E no seguinte, também
Então, tive a certeza,
de estar só há tanto tempo,
que nem notava mais...
E como todos os dias,
Só levantei do sofá, depois da cama desocupada
Troquei os lençóis, como todos os dias,
Mas, nesse dia foi diferente...
Pois só então me admiti, usar a cama toda...
Afinal, isso devia ter acabado,
enquanto ainda podia chorar...

Vera Celms
Licença Creative Commons
SÓ A CAMA ERA DE CASAL de Vera Celms está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Um comentário:

  1. A triste constatação do final do amor... Mas, há sempre novos dias pela frente e, quem sabe? Amei, este descrever da solidão a dois nesta cama, cheio de sentimento, poesia.. Aínda que triste realidade mas??? Um bom dia p/ti querida mana Verinha, bjs MILOKA, mana...

    ResponderExcluir