Pesquisar este blog

sábado, 30 de novembro de 2013

L E M B R A N Ç A S

Tive um amor correspondido
Ele nunca sera esquecido
Pois esta no fundo do coração
Lembrar de um grande amor
Ameniza  toda nossa dor
Transforma  a dor em paixão
.........................................
Lembranças dos lugares que amamos
As vezes ate marcas deixamos
Para nunca ser esquecido
A casca de uma arvore riscada
Um coração duas letras entrelaçada
Lembranças de um momento vivido
.......................................................
Na sombra de uma paineira
Nas pedras da cachoeira
Na borda de um chafariz
São lembranças inesquecida
De um tempo em minha vida
Tempo que fui muito feliz
..................................
Agora o tempo passou
Talvez ate se apagou
As marcas que la deixei
Só não esqueci a felicidade
Nem apagou a saudade
Da mulher que mais amei

    M A N O E L    C O R R Ê A


3 comentários:

  1. Belíssima homenagem ao grande amor... as marcas, físicas, se apagadas, deixaram ali a alma que as coisas tem, e ficarão pra sempre... No seu coração, no seu pensamento, pra sempre... e para sempre em todos os lugares... amor pra sempre!!! lindo poema, querido Maneco!!! beijos de VC

    ResponderExcluir
  2. sempre você nem tenho mais palavras pra agradecer s´posso afirmar te amooooooooooooooooooooo

    ResponderExcluir
  3. Gratas são as lembranças, o amor vivido... Será sempre lembrado e carregado dentro do peito, impulsionando para o viver... Feliz de quem viveu um grande amor, é a mais bela emoção que fica retida, para sempre...Que belíssimo poema, parabéns querido amigo e poeta Manoel Correa, grande beijo, MIL.

    ResponderExcluir