Pesquisar este blog

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

ESPERA PELA LUA



Esperei a grandeza da lua
Mas, ela não veio me ilumínar
Sentindo a beleza da chuva
Não ouvi a estrada chamar
........................................
E assim perdi o caminho
Não lembro qual minha estrada
Não sou mais o poeta da lua
Só um poeta, esquecido na calçada
...............................................
Como todo poeta, não vive
Sem a beleza da lua
Como um gato sem dono
Sou um poeta, perdido na rua
....................................
Se na madrugada ouvires
Um verso em forma de lamento
É  só um poeta que chora
Versando as magoas ao vento

MANOEL CORRÊA
Licença Creative Commons
O trabalho ESPERA PELA LUA de Manoel Correa foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.







3 comentários:

  1. O lamento do poeta, ouvido nas madrugadas, nas calçadas, nas ruas... talvez em busca da Lua, talvez em busca de amores perdidos, ou de razões para continuar poetando... Mil beijos, querido MANECO.. maravilhoso teu poema... amo a lua, amo poesia, amo vc...

    ResponderExcluir
  2. AMAR: COMO EU SEI AMAR AMO A LUA , AMO AS MULHERES , AMO A NATUREZA EM FIM AMO TUDO QUE MERECE SER AMADO AMO VOCÊ VERA AMO A MIL...SE TEM MAIS PRA SER AMADO ME MOSTRA BJS BJS BJS

    ResponderExcluir
  3. QUERIDO AMIGO E POETA MANOEL, ME EMOCIONEI.... LINDO DEMAIS, DEMAIS... PARABÉNS PELO TEU BELÍSSIMO POEMA, MUITO GRATA, TODO MEU CARINHO, BJS MIL
    EU AMO A VIDA,AMOS MEUS AMIGOS, AMO MANINHA VERA, AMO VOCÊ...

    ResponderExcluir