Pesquisar este blog

quinta-feira, 27 de junho de 2013

REFLEXO DE UM ESPELHO

  
..................................................................
Vi por uma janela semi  aberta
A mais bela imagem  meus olhos via
A beleza de uma deusa na terra
Pensei que só no olimpo existia
..............................................
Em frente a um  grande espelho
Essa deusa de vagarinho se despia
Minha alma se regozijava
Com a visão de cada peça que caia
................................................
Com um bailado lascivo
Como uma estrela que sabia
Que pela janela aberta
Uma plateia lhe aplaudia
........................................
Essa plateia era só eu
Que se arregalava e sofria
Com a beleza de um corpo nu
Que a imagem no espelho refletia
.......................................
Depois deitada na cama
Continuou mais bela a fantasia
 Como uma aranha procurando algo
Seus dedos todo corpo percorria
....................................................
Meu coração batia desordenado
Minha alma só uma coisa queria
Cobrir de beijos o corpo sedoso
Me saciar naquela pele macia
................................................
Mais vento maldoso fechou  a janela
Com um barulho parece que dizia
Fechou as cortinas e essa janela
Para mim nunca mais se abriria
       
            M A N O E L





3 comentários:

  1. Querido Maneco!!! está me saindo um perfeito sedutor, um voyeur apaixonado... hmmm toque perfeito, sensualidade deliciosa... amei... beijos de VC, querido amigo...

    ResponderExcluir
  2. sera que sou merecedor de um elogio seu ??? se sou fico feliz
    tudo que vem de você eleva meu ego enobrece minha alma bjs

    ResponderExcluir
  3. MARALILHOSO .. SEDUTOR .... REALMENTE DA PRA SENTIR A EMEÇAO .... QUE SENTE NESTE POEMA
    PARABENS

    ResponderExcluir