Pesquisar este blog

domingo, 30 de junho de 2013

APRENDI A VOAR



Seu carinho,
Um balão, que me permite voar
Que me faz conhecer o mundo
Em mil voltas, sem sair do lugar
Em planares irreais
Confissões,
Colo, entranhas,
Olho no olho
Verdade fugaz
Mas, real
Hoje sei que aprendi a voar
Fecho os olhos
E o mundo me acena lá de baixo
Me alimenta o teu amor,
Me embriaga teus beijos
Me toma na sua perna
Vasculha meu corpo
Sacode minha alma
E volta, do inicio
Me vira do avesso
Peito, coxas, coração,
Me tira do centro,
Pelos olhos,
Pelo gemido,
Pelo gozo,
Rouba minha razão,
Me faz viajar
Em você...

Vera Celms

2 comentários:

  1. amei você tem alma de poeta
    tem muita coisa bonita pra dizer parabens

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, querido amigo MANECO... vc tem alma de ouvir minhas palavras... beijos de VC

    ResponderExcluir