Pesquisar este blog

sábado, 12 de janeiro de 2013

TEMPESTADE

TEMPESTADE by amigos do poeta
TEMPESTADE, a photo by amigos do poeta on Flickr.
TEMPESTADE
Uma noite no verão
a voz de um homem
um eco um trovão
Voz de uma mulher
um clarão.
Presos para sempre
verdadeiro amor
disfarçados
de relâmpagos
ANDRE RUIZ

Um comentário:

  1. Acho que sabe que sou apaixonada, fissurada pelas tempestades, né?!!! este poema mescla tudo o que mais aprecio: um homem, uma mulher, o amor e a tempestade... perfeito... beijos de VC, ANDRÉ

    ResponderExcluir