Pesquisar este blog

sábado, 12 de janeiro de 2013

GESTOS

GESTOS by amigos do poeta
GESTOS, a photo by amigos do poeta on Flickr.
GESTOS
Todos os gestos
do meu corpo
Os meus sons
não se calam
dizem sempre
que te amo
Toco-me e balbucio
teu nome baixinho
e me escuto te chamar
Hálito quente
cheiro de rosas
todos os gestos!!!
ANDRE RUIZ

Um comentário:

  1. A presença em cada toque, em cada gesto, na lembrança. De perto ou de longe, a presença é constante. Belíssimo poema, querido André... beijos de VC

    ResponderExcluir