Pesquisar este blog

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

TUA AUSÊNCIA... POEMAS MIL.


Tua ausência... 

E tenho vivido de tua ausência 
Sem a luz do teu amor 
Tentando encontrar em outras presenças 
Aquilo que você me significou 
E vou vivendo como um rio barrento 
Carregado de escombros e de terra 
Daquela tempestade que me assolou 
Tenho sido um riso falso 
Escondendo em mim o tormento 
Desde que você se foi, me deixou... 
Tenho vivido de tua ausência 
Sem a luz do teu amor 
Buscando em outras andanças 
Um pouco de vida, um pouco de flor 
Amenizar a dor desta sentença... 
Vou vivendo nos meus versos 
Um sonho de felicidade que não vingou 
Pranteando o triste reverso 
Do coração que um dia chorou 
E nunca mais amou 
Vou vivendo de ti 
Ainda que não estejas mais aqui! 

Maria Iraci Leal/MIL 
POA/RS/Brasil 
28/11/2012 
Obra protegida

Um comentário:

  1. Triste a ausência do ser amado, MANINHA MIL... quem de nós já não conheceu dias solitários, saudades, reminiscências, lembranças, margem do caminho, refazendo trilhas, perseguindo rastros, tentando sobreviver... como dói!!! belíssimo trabalho... beijos da MANA VC

    ResponderExcluir