Pesquisar este blog

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

diálogo sobre miragem e cantigas noturnas





passamos a noite
eu, fingindo ser lua
ele, convidando palavras
confundimos estrelas cadentes
eu, fiz um pedido
ele, reticências
rimos diante do impasse
eu, sonhando acordada
ele, versando cantigas
ninamos distâncias
em miragem de ausências


Karinne Santiago

4 comentários:

  1. As vezes, filhota Karinne, ninar distâncias é tudo o que parece possível.Continue pedindo, apesar de tanta reticência... beijos de VC

    ResponderExcluir
  2. PARABÉNS KARINNE PELO SEU BELÍSSIMO POÉTICO, AMEI, BJS MIL.

    ResponderExcluir
  3. Vera, obrigada pelo carinho...e este delicioso compartilhar. Obrigada!! Beijos, mãezinha!!!

    ResponderExcluir
  4. Mayrah, obrigada com beijos ainda mais poéticos.

    ResponderExcluir