Pesquisar este blog

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

DOS TAPAS E BEIJOS... POEMAS MIL.


DOS TAPAS E BEIJOS...

Dos sonhos que sonhei
Bem guardado em minh’alma
O anseio, o beijo que de ti esperei...
Recolhidas as minhas esperanças
Vagam em minhas fantasias de amante
Aconchegadas aos braços de Morfeu
Para quando ressurgires das lembranças
Possas enfim acreditar que tanto te amei...
Do amargor e da inconsciência
Amor que derramou gosto do fel
Dos tapas e derrocadas da vida
Apesar de tudo guardo-o ainda
Como imagem docemente acariciada
Minha boca na tua em sabor de mel...
Dos sonhos que sonhei
Anseios e desejos que busquei
Bem guardado em minh’alma
O anseio, o beijo que de ti esperei...

Maria Iraci Leal/MIL
POA/RS/Brasil
15/10/2012

2 comentários:

  1. MANINHA MIL... os beijos que deixamos pelo caminho, realizados ou não, contam o que vivemos, a quem amamos e porque os deixamos pelo caminho... belíssimo poema, entre tapas e beijos... passionais... beijos de VC

    ResponderExcluir
  2. Obrigado maninha Vera, um poema em homenagem ao ex mas sempre e para sempre, rsrsrs, coisas da lida terrena, bom domingo mil bjs p/ti, MIL.

    ResponderExcluir