Pesquisar este blog

sábado, 13 de outubro de 2012

AO ENTARDECER (LO SUBI EN SVAI/VENEZUELA) POEMAS MIL.


AO ENTARDECER 

 Pegou um punhado de sonhos 
Caminhou em direção ao crepúsculo 
Despedindo-se do sol que partia 
ao infinito e dava passagem á noite! 

A claridade já findara o seu ciclo 
Deixando a magia da penumbra 
Uma atmosfera de encontro 
E lá ele estava na espera ansioso!  

Para tomá-la em seus braços 
Beijar-lhe os lábios, afagar seus cabelos 
Unirem-se e com todos os seus sonhos 
Seguirem juntos á luz do crepúsculo! 

Um entardecer magnífico, uma tela da vida 
O encontro de muitos sonhos que se juntam 
Enquanto o astro-rei se despede no infinito! 

 Maria Iraci Leal/MIL 
POA/RS/Brasil 03/10/2012 
Obra protegida

Um comentário:

  1. MAGNÍIIIIIIIIIFICO !!!!! parabéns MANINHA MIL... belíssimo soneto... PARABÉNS pelo merecido primeiro lugar... muito me orgulho de você, minha irmã... um grande beijo e que este seja só o inicio de inúmeros primeiros lugares... de muito sucesso e brilho.

    ResponderExcluir