Pesquisar este blog

domingo, 26 de agosto de 2012

VOLUME CRESCENTE




Gelada manhã de domingo
Agosto
Na neblina, a fumaça do escapamento
Aparece,
Indiferente ao teu segredo
A margem é tua,
A mim excita, ser a outra,
Aquela que visitas na madrugada
Escondido
Oculto
Imaginando ninguém ver
Antes mesmo do sol raiar
Corre fremente para o leito
Onde o primeiro raio de sol deve te encontrar
E o galo, gritando segredará
- ERA ELE LÁÁÁÁÁÁÁ...
Afinal, dela é o casco
O rótulo
O conteúdo,
O volume cresce na minha cama,
Sempre...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho VOLUME CRESCENTE de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário