Pesquisar este blog

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

NAVALHA DA LUA

NAVALHA DA LUA by amigos do poeta
NAVALHA DA LUA, a photo by amigos do poeta on Flickr.
NAVALHA DA LUA
Na amplidão sem ninho
de uma imensidão
engaiolada.
Lancei-me no teus
espaços
Farto sal das tuas águas
bebi, enlouqueci!!!!
Orvalhou-me com tuas
pétalas em flor.
A angustia e dor
que havia me deixou
medos e duvidas,
aquele nó na garganta
um grito ……
Pele de concha
indecifrável
dádiva de amor
Noite clara
e a lua atravessou
nossas línguas….
amplidão sem ninho
de uma imensidão
engaiolada.
Lancei-me no teus
espaços.
ANDRE RUIZ

Um comentário:

  1. Nós na garganta, inseguranças, medos, dúvidas, solidão... tudo some quando o amor acontece... o amor tem esse poder... lance-se... nos braços e espaços do amor... beijos de VC, ANDRÉ

    ResponderExcluir