Pesquisar este blog

domingo, 26 de agosto de 2012



GARÇA SONHADORA

MOR

A graça a meditar
Olhando aquelas estacas.
Fica logo a pensar
Que empecilho se destaca.

Tudo vem atrapalhar
 Meu voo matinal.
Naquele vão a passar
Perde-se o original.

 
Qual seria a demora
Para ele liberar.
E quem já comemora
Volte ali mergulhar.

Minha fome saciar
Neste mais belo recando.
A ponte há ornamentar
Será um novo encanto.

Vou parar de sonhar
Esta luta por tempo demora.
Para tudo terminar
E nem sei qual será a hora.

São José/SC, 25 de agosto de 2012.



Nenhum comentário:

Postar um comentário