Pesquisar este blog

domingo, 12 de agosto de 2012

esplendor.jpg

esplendor.jpg by amigos do poeta
esplendor.jpg, a photo by amigos do poeta on Flickr.
MUDO ESPLENDOR
Entre o amanhecer
e o pôr do sol.
A margem da tua boca
em tua fala
e onde aporta o amor
Fiz morada no teu verso
nunca mais outro olhar
não depois de você
nunca mais
outro universo
Noites de lábios
e línguas
nenhuma palavra
mudo esplendor!!!
ANDRE RUIZ

Um comentário:

  1. Histórias que as almas contam... em olhares, em gestos, em signos sempre furtivos... viver o amor da madrugada... é preciso respeitar a lei da madrugada silenciosa... cochicha, sussurra e o amor te ouve... beijos de VC, ANDRE

    ResponderExcluir