Pesquisar este blog

terça-feira, 31 de julho de 2012

GESTOS

GESTOS by amigos do poeta
GESTOS, a photo by amigos do poeta on Flickr.
GESTOS
Resgata-me
desse abismo
dos desejos.
A noite parece
um uivo de lobo.
Silêncios e onde
te entrego
os meus segredos.
Palavras desconexas
não sou mais
que teu eco
Palavras que por vezes
engulo nessa fome de ti
Me traga um gesto
apenas um
me devolva a vida.
ANDRE RUIZ

Um comentário:

  1. A presença amada ..."Palavras que por vezes
    engulo nessa fome de ti
    Me traga um gesto
    apenas um
    me devolva a vida."

    Tudo parece tão definitivo e auto-suficiente, como o amor, que se basta... beijos de VC, ANDRÉ

    ResponderExcluir