Pesquisar este blog

sábado, 23 de junho de 2012

POEMINHA CAIPIRA (amanhã é SÃO JOÃO!!!)



Quando ocê se aparta deu,
Sinto o coração apertá,
As mão desassossegá
Fico num faniquito só
Sozinho sem te encontrá
Queria que tivesse aqui
Pertico pertico,
pra mór de eu pode te agarrá
Passa o dia intero e ocê num vem
Passa a noite intera e ocê num sai
da minha cabeça
Hoje é uma daquelas noite
que vou drumi cedo pra mor de sonhá
Porque sei que lá, ocê num vai me escapá
Vou te abraçá, vou te beijá,
Vou te olhá o tempo todinho
Só pra podê te decorá...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho POEMINHA CAIPIRA de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

2 comentários:

  1. Que amor de poema, maninha Vera, ameiiiiii, mil bjs MIL.

    ResponderExcluir
  2. Gradecida MANINHA MININA MIL... beijos de VC

    ResponderExcluir