Pesquisar este blog

terça-feira, 15 de maio de 2012

Dragões de fogo... Poema MIL.


































http://ts4.mm.bing.net/th?id=HN.608043167401642262&pid=1.7


Dragões de fogo... 
Amordacem as bocas dos dragões 
Deixem-nos ficar para morrer 
Nas profundezas da alma, incinerados 
Não permitam a sua evasão 
As suas malignas chamas 
Entrem em erupção 
E como vulcão derramem suas lavas 
De passado que atormenta e arde 
Relega á cinzas todos os sonhos 
Destrói a terra e provoca erosão 
Impede o nascimento da semente 
Que brota em amor e transcende 
Tranquem do espírito estas velhas portas 
Estas tristes memórias 
Lancem estes incandescentes demônios 
Ao gelo, congelem-nos ao pior dos invernos 
Que as ervas daninhas e venenosas do passado 
Não tenham força e não matem toda esperança 
Amordacem estas terríveis bocas 
Suas destruidoras línguas de fogo 
Que fazem da vida um martírio 
De escuridão e incessante dor 
Deixem-nos ficar para sempre 
Esquecidos, não destruam o presente 
Não vivam no seu dia dia 
Não sigam para o seu futuro 
Que almeja um destino feliz 
Matem estes terríveis dragões 
Pois eis que vos lançarão á morte 
Em vida, sem abrigo e sem sonhos 
E não devem ser ressurgidos 
“O passado atormenta e arde 
Como vulcão que derrama suas lavas” 
Amordacem estas bocas de dragões 
Para que sua vida não seja em vão! 
Maria Iraci Leal/MIL 
POA/RS/Brasil 
12/05/2012
Obra Licenciada
Creative Commons License

3 comentários:

  1. GE NI AAAAAAAAAAAAALLLLL!!!
    Que maravilha!!! amordacem os dragões, não permitam que o presente seja destruido e nem as esperanças... queimem tudo o que impedir a felicidade e a esperança... BRRRRRRRAVÔOO!!! AMEI, MANINHA MIL... beijos tantos de VC

    ResponderExcluir
  2. Obrigado maninha Vera,mil bjs p/ti MIL.

    ResponderExcluir
  3. "Amordacem os dragões"... Para que não queimem ao mundo... Excelente escrito... Parabéns, cara poetisa Maria Iraci. Abraços poetanos...

    ResponderExcluir