Pesquisar este blog

quinta-feira, 5 de abril de 2012

DECIFRANDO A FORÇA


 a turbulência faz parte do vôo
a agitação faz parte do roteiro
chorar pode fazer parte do muito rir,
e sorrir pode fazer parte do choro, consolado,
não importa que forma tem seu Deus,
Ele existe, Ele sobreviveu a toda descrença,
e sobreviverá na sua alma,
pois é Nele que nos apoiamos,
ainda que seja para nos levantarmos,
quando já houvermos caído
ou para evitarmos de cair na caminhada
fé todos nós temos,
maior ou menor,
largo ou estreito, é o caminho de cada um
parar é evitar que o fluxo continue,
que a marcha exista,
é impedir, com o nosso corpo,
que aqueles que nos seguem,
por mais natural que pareça o motivo,
dêem o próximo passo, esperando o nosso,
ajudemos, com as nossas mãos,
a tirar água do barco,
a formar uma corrente forte,
a fortalecer a oração,
a pedir, a suplicar,
a agradecer ou enlevar,
a transformar a força em trabalho,
a carregar aquele que não pode andar,
ou a cruz, com dignidade,
o vento faz parte do dia lindo,
como faz parte da tenebrosa tempestade,
desde que saibamos diferenciar,
mais fácil fica se proteger,
do mal, do medo ou da chuva,
para continuar a caminhada
feliz...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho DECIFRANDO A FORÇA de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada

3 comentários:

  1. Era tudo que desejei ler hoje!!! Maninha Vera, amadita de mi corazón, MAGNÍFICO,bueno me parece que te andaste por algum lugar muy bueno hem? Lá con el Tatito, não repara q isto é puro portunhol, ameiiiiiiii, muito obrigado amore, bjs da irfã MILOKA;

    ResponderExcluir
  2. MANINHA MIL... hahaha você é incrivel... adoro teu portunhol, pouco entendo, mas adoro...kkkk Beijos de VC e obrigado pelo carinho...

    ResponderExcluir
  3. Kkkkkkkkkk, oi maninha Vera! El Tatito, tatinha, Papito paizinho, Dios, Deus de uma forma portenha e carinhosa, amei teu poema, necessitava dele, obrigado amada, bjs MILOKA.

    ResponderExcluir