Pesquisar este blog

domingo, 15 de abril de 2012

CORAÇÃO BROTADO/ POEMA DE VERA CELMS


3 comentários:

  1. Amada MANINHA MIL... você repousou numa embalagem linda o presente que te dei!!! FICOU LINDO... sinto-me também presenteada... obrigado, beijos de VC

    ResponderExcluir
  2. Sem dúvida, nada é por acaso, e "almas reconhecem almas". Os seres afinizados libertam uma mensagem comum, que inevitavelmente os aproxima. O segredo é saber viver essa magia de união com honestidade e transparência, para que as amizades da alma perdurem no tempo e no espaço dos corações.
    Parabéns pela linda mensagem do teu poema, querida Vera.
    Beijooooos

    ResponderExcluir
  3. Querida Teresa... Fico feliz primeiro pela tua visita e tão doce comentário. Obrigado.
    Sinto-me privilegiada por emitir e receber tão largamente essas mensagens comuns que trocam em aproximação de almas afins comigo. Você, a Iraci pra quem fiz a poesia deste post e outros casos mais... sou muito grata e procuro sempre estar alerta. Nessas histórias, acho que há sim o reconhecimento de almas, de outras épocas, de outras vidas, de outras experiências. Obrigado mais uma vez Teresa... por tudo, principalmente pelo seu carinho tão caro pra mim... beijos de VC

    ResponderExcluir