Pesquisar este blog

domingo, 29 de abril de 2012

AMIGOS DO POETA: GESTOS


GESTOS
Tudo o que você
quis eu quis também
com pedaços poéticos
te escrevi em mim
Te descrevendo 
em cada linha  
dos meus versos
Anjos que habitam 
em teu ser
Cupido querubim
pobre de mim. 
Amo-te assim
assim atrás 
das cortinas 
pela janela  
da velha casa.
Um milagre 
acende o gesto 
mesmo a distancia 
amor.
Palavras poesias 
para ti 
que nunca foram ditas
ANDRE RUIZ

Um comentário:

  1. Amor a distancia que tanto tem de impalpavel quanto de apaixonavel... é forte, é incisivo, mas é poetico, é romantico, é gostoso... adorei... beijos de VC, ANDRE

    ResponderExcluir