Pesquisar este blog

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

VENTO VENTANIA

VENTO VENTANIA


VENTO E VENTANIA
Quisera me
transformar
em vento.
roçar nos
seus cabelos
Como brisa me
espalhar
pelos teus pelos
revirar você
pelo avesso.
Desde o fim
a teu começo
Partir sem
deixar rastros
em teu corpo
minhas marcas
meu endereço
vento e ventania
ANDRE RUIZ

Um comentário:

  1. André, é sempre bom acontecer na vida de alguém, sem deixar rastros. Marcas, são invisiveis mas, indeléveis... um vento, perfeito... um vento... beijos de VC

    ResponderExcluir