Pesquisar este blog

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Podem matar as flores... Poema MIL.


Podem matar as flores...

Podem matar as flores,esmagar todo jardim
Mas as sementes plantadas dormem tranquílas
Até a próxima primavera
Podem pisotear a bondade
Sangrar o discípulo,maltratarem a carne
Mas sua alma renascerá em outra quimera
Podem matar a confiança, pisotear a razão
Abalar todos os princípios
Não podem tirar a fé ou quebrar a alma
Apagar a luz de um coração
Se o jardim foi destruído, a bondade pisoteada
E  a carne dilacerada,não importa
Pois o amor e a fé sempre viverão
Outras flores e sonhos trarão!

Maria Iraci Leal
POA/RS/Brasil
14/10/10
D.R.Creative Commons License

3 comentários:

  1. MANINHA MIL, acho que podem abalar todas as aparencias, podem calar o poeta, o homem, podem prendê-lo, podem tirá-lo de circulação, mas os bons sentimentos, os principios, os valores de cada um, ainda que dormentes, permanecerão latentes, prontas para a rebrota. Lindo teu poema MANINHA... maravilhoso... obrigado por esta pérola... beijos da IRFÃ VC

    ResponderExcluir
  2. Obrigado maninha Vera, mais umas linhas e já deu um dueto, continua e me manda, tá? Bjssssss da irfã MIL.

    ResponderExcluir
  3. Tá feito MANINHA MIL...hahaha.... mandei por email... não deixe de trazer para o BUTECO... beijos... adorei...

    ResponderExcluir