Pesquisar este blog

domingo, 12 de fevereiro de 2012

NO BUTECOS DE IDÉIAS



MOR

Na mesa daquele buteco
Poeta a bebiricar.
Nas asas do teco-teco
A poesia a imaginar.

Poeta é condutor de idéias
Sem manusear um dicionário.
Que busca na inspiração
Da mente descricionário.

Da figura o pensamento
Traduz toda a emoção.
Da palavra o delineamento
Demonstra a sensação.

Com uma poesia critica
Mostra a fatalidade.
Quando a poesia publica
Com toda a realidade.

Busca na história do momento
Mostrar com qualidade.
Com todo aquele discernimento
Esquecendo a banalidade.

São José/SC, 11 de fevereiro de 2.012.

Um comentário:

  1. Entendo que o poeta é o porta=voz da alma... é através de versos que são publicados os sentimento, sensações e valores...
    AGradeço diariamente a honra de portar a palavra.
    Beijos de VC, Mario...

    ResponderExcluir