Pesquisar este blog

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Junto ás estrelas/ Poema MIL.


Junto ás estrelas 

Mágico é o rito da noite 
Quando seu negro véu descerra  
Descortina da janela do universo 
A presença de miríades de estrelas 
Amante estelar toda noite eu espero 
Caminhar no mais absoluto encanto 
Pelas estradas do firmamento 
Descobrir os mistérios do infinito 
A intimidade de cada estrela 
O segredo imutável que lhe encerra 
Os mundos extraterrestres e sistemas 
Que faz de cada planeta um verso 
Um recanto divino do céu 
Inspiração de Deus num poema 
Á criação e á sua quimera 
Mágico é o rito da noite 
Que abre a cortina do tempo 
Tinge a abóboda celeste 
E colore de azul índigo 
Borda de estrelas o firmamento!  

Maria Iraci Leal/MIL 
09/02/2012 POA/RS/Brasil
Página da Fonte de Imagens: http://murmuriosdasbrumas.blogspot.com/2009/09/invocacao-arianrhod.html

Um comentário:

  1. CAda planeta, MANINHA MIL, é mesmo um recanto divino... um verso... é mesmo mágico o rito da noite, que eu tanto amo... beijos da IRFÃ VC

    ResponderExcluir