Pesquisar este blog

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

HOMENAGEM AO HOMEM QUE PILOTAVA OS SONHOS



Conheci Pelin em 2005 através de meu pai. Eu estava coletando dados para a edição de uma revista que resgataria a trajetória do cinema machadense. Desde então nutri uma grande amizade e respeito por esse cidadão. 

Ao lado do pai (Seo Oliveira) e o irmão Jorge, desempenhou várias funções no antigo Cine Limeira. Pelin nasceu José Trindade de Oliveira Filho. Seu apelido se referia a um antigo dirigível (o Zepelin) construído por um barão alemão. Em 1955 trabalhou na Rádio Difusora, cujo diretor era Walter Mattos Reis. 

Com a morte do pai, em 1963, Pelin retornou ao cinema para cuidar da projeção. Em 1974, sob a direção do Sr. Fernando, todos os antigos funcionários foram demitidos. Pelin passou a se dedicar a sua outra paixão: o futebol. 

Ao assumir o posto de Diretor de Esportes teve como objetivo principal, treinar e descobrir novos talentos... E conseguiu, mesmo sem ter o apoio necessário!

Finalizo essas poucas linhas com a certeza de que ele cumpriu sua missão. Nós, machadenses perdemos um bom amigo; a cidade perde um grande cidadão.   

Embora tenha-se fechado as cortinas da vida , o filme ainda continua...



* Carlos Roberto de Souza

Foto: Folha Machadense

2 comentários:

  1. Uma linda homenagem ao SER HUMANO, AMIGO e CIDADÃO. A missão, deste lado, foi cumprida. Ele afinal, voltou pra casa. A caminhada continua e a missão renovada. Lindo Carlos, beijos de VC

    ResponderExcluir
  2. Belíssima homenagem, que esteja em paz, bjs MIL.

    ResponderExcluir