Pesquisar este blog

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Darth Vader sombra de Anakin

por Lucia Andrade

Que monstro é esse que habita em mim?
Dr. Jekyll lutando para conter Mr. Hyde.
O médico tentando sufocar o monstro.
Que monstro é esse que habita em mim?
Preso nos armários da minha consciência.
Trancado a sete mil chaves.
Que esmurra as portas querendo sair.
Que monstro é esse que habita em mim?
Que desconhece a noção do certo,
E que está urrando pela liberdade.
Fazendo ruir as bases da sanidade
Que ainda tento manter.
Que monstro é esse que habita em mim?
Que crava as garras no meu peito
Pra arrancar meu coração
De forma sangrenta e brutal.
Pra soltar o lado obscuro que vive aqui,
Darth Vader sombra de Anakin.
Que monstro é esse que habita em mim?
Que antevendo a hora da morte
Quer por força sair.
Nada mais há a perder.
Ele quer gritar,
Matar,
Correr...
Tirar a mordaça,
Quebrar as correntes,
Me dominar.
Que monstro é esse que habita em mim?
Esse monstro sou eu.
Contido ao longo dos anos.
Sob controle,
Prestes a fugir.
E que as portas do armário se abram.

Um comentário:

  1. Que venha seu monstro... e se apresente em versos como o meu... bota pra fora, gritando que seja, mas em palavras poéticas. Encha o copo e ofereça no balcão do BUTECO POÉTICO!!! Estamos prontos para degustá-lo. Beijos Lucinha, de VC... forte, denso teu poema... um grito de "medo" pedindo socorro... não tema...

    ResponderExcluir