Pesquisar este blog

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

AMIGOS DO POETA: CAVALGAR

CAVALGAR

CAVALGAR
Devasso tua pele
penetro e furto os
teus secretos
te tomo por inteiro
e ao te possuir
me entrego
Fração de segundos
meu alazão
cavalgo em teus meios
meus espaços
Salivar da pele,
suor quente salgando
a língua e um só salivar
um só desejo você
Penetro os sentidos
secretos furtos
surtos de amar
Cavalgar
ANDRE RUIZ

2 comentários:

  1. Andre, celebras tão bem o visceral de todos nós, a porção aninal, que somos... que delicia de poema: "cavalgo em teus meios
    meus espaços" ...

    Beijos de VC

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Andre,belíssimo poema erótico, bjs MIL.

    ResponderExcluir