Pesquisar este blog

sábado, 7 de janeiro de 2012

VESTIU-ME DE LUZ

VESTIU-ME DE LUZ

VESTIU-ME DE LUZ
Abraço quente
que me prende
e o mesmo que
me liberta me solta
Aconchego segurança
e proteção,me fazendo
voar livre
Eu que vivia vestida
de escuridão
corpo árido.
Com teu olhar me despiu
suavidade úmida
dos teus lábios
se fez luz em mim
Os meus sentidos
conjuguei nos teus.
Aconchego segurança
e proteção,me fazendo
voar livre
ANDRE RUIZ

2 comentários:

  1. Belíssimo André, adoro ler-te, bjs MIL.

    ResponderExcluir
  2. Aridez que encontra o fim, no despir do olhar do amado... é inevitável... beijos ANDRÉ...de VC

    ResponderExcluir