Pesquisar este blog

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Olhos do amor /Poema MIL.




















Olhos do amor 


Olhos que atravessam os espaços 
Navegam em águas límpidas 
São olhos que quando pousam 
Enxergam além das aparências 
Afagam e beijam, lavam a alma 
Percebem e sentem do ser 
O que de melhor cada um tem 
São olhos que vão muito além 
Dos medos e preconceitos 
Vicejam no amor e na luz 
Transmitem a esperança 
Olhos desprovidos de ego 
De quem veio para se doar 
Amar incondicionalmente 
A quem quer que seja 
São raios de luz 
Dão vida onde pousam 
São olhos de quem 
Tem Deus no coração! 


 Maria Iraci Leal_MIL 
20/01/2012 
POA/RS/Brasil

2 comentários:

  1. "Olhos desprovidos de ego "

    Que lindo isso, MANINHA MIL... só mesmo olhos desprovidos de ego, podem contemplar os valores com isenção... beijos de VC

    ResponderExcluir