Pesquisar este blog

domingo, 1 de janeiro de 2012

Então / Poema MIL

Então... 


Depois de caminhar sobre pedras 
Pontiagudas, rasgando como facas 
E ter sangrado muito os pés 
Ser dilacerado nas suas carnes 
Ser apedrejado no profundo da alma 
Das injúrias chorado todas as lágrimas 
Deva retomar o mesmo caminho 
Para um crescimento maior talvez? 
Só mesmo crendo, que nasceu para sofrer 
Já não é suficiente o duro aprendizado 
Do coração partido em mil pedaços 
A percepção do amor confundido 
As asas quebradas em pleno voo 
As alegrias e anseios todos mortos 
Todos os sonhos abortados 
Deva retomar o mesmo caminho 
Para um crescimento maior talvez? 
Só mesmo crendo, que nasceu para sofrer 
Tenha abdicado de si mesmo 
Deixado de buscar suas certezas 
Então se tudo isto aconteceu 
Retoma o mesmo caminho 
Não segue em frente 
O sofrimento escolheu 
Jogou-se de ponta cabeça! 


Maria Iraci Leal_MIL 
POA/RS/Brasil/01/01/2012
Direitos Reservados
Creative Commons License

Um comentário:

  1. Que trágico, o sofrimento jogar-se de ponta cabeça... retomar, reiniciar, recomeçar... reavaliar a vida, o acerto e o desacerto... é preciso reavaliar todo o caminho... lindo MANINHA MIL... BEIJOS DE VC

    ResponderExcluir