Pesquisar este blog

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Enquanto houver / Poema resposta para "Forever young"


Enquanto houver 
Poema resposta para "Forever young" Alphaville

Enquanto houver sintonia... O coração estiver batendo 
Beijemo-nos com carinho por mais um instante 
Desfrutemos da magia 
Do entrelaçar nossas mãos e passear  
Caminhar nas margens do rio, tomar um banho de esperança 
Lavar os velhos sonhos, renová-los por mais uns instantes 
Não temos o poder da vida, mas temos o poder de amar 
Não vamos nos entregar ao fim 
Nem caminhar calmamente para a morte 
Os sonhos adormecidos precisam ser acordados 
E os olhos devem olhar ao longe, fitar o horizonte 
Inebriar-se com a beleza dos céus 
Imaginar apenas, o lugar que nos espera 
Mas é cedo ainda! 
Enquanto houver anseios, objetivos e desejos 
Não nos permitam ser sacrificados 
E como um cavalo velho que não serve mais para nada 
Sermos deixados de lado 
Enquanto o coração palpitar e pudermos nos olhar 
Mesmo que o corpo não se sinta mais capaz 
Ainda podemos beijar e abraçar 
Podemos dizer: “Eu te amo” 
 O Paraíso que nos espere pois há tanto aqui ainda 
Enquanto o coração bater 
Houver ainda um suspirar Nada está terminado! 

 Maria Iraci Leal_MIL 
13/05/11 
POA/RS/Brasil

Um comentário:

  1. Enquanto houver vida, ha caminho para o amor... muito bonito... bem inspirado... a musica e linda também, sempre gostei...
    Que delícia teu poema MANINHA MIL!!! beijos de VC

    ResponderExcluir