Pesquisar este blog

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

CONSTANCIA /POROS E POESIA

CONSTANCIA

CONSTANCIA
Em meus
sonhos
te visito
No clarão
da escuridão
eu te busco
eu me dispo
Me entrego
e me disponho
te cortejo e te beijo
ate o amanhecer
ate a noite acabar
Dos meus sonhos
não deveria acordar
quero essa constância
de amar
eterno sonhar.
ANDRE RUIZ

POROS E POESIA
POROS E POESIA
Nesses versos
transpirados
de desejos
misturo as letras
aos teus beijos
misturando nos dois
excitação que me inspira
transpira sempre
os momentos
da nossa primeira vez
Soneto poesia em
tuas linhas escrevo
um conto fantasio
me entrego
me perco
me encontro
Pele poros
versos de suor
transpirando
desejos
Em teu corpo
amor
ANDRE RUIZ

2 comentários:

  1. Verdade, quase um barulho literário... um ESTRONDO... RSRSRS
    Adorei a tua CONSTANCIA mas AMEEEEEEEEI os teus POROS E POESIAS...
    Estronde o quanto quiser... é um prazer e nem é preciso proteger os ouvidos, mas expô-los... beijos de VC

    ResponderExcluir