Pesquisar este blog

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Quando foi? Poema MIL.


Quando foi?

Quando foi que o riso se fez lágrima
Morreram as árvores e calou-se a voz
Perdeu-se a referência e sangraram as águas
O pranto como torrente e na tempestade
Feriu e castigou, afogou toda face
Deixando a estrada vazia e desencantada
A calçada de pedra, apenas, simplesmente
O homem na sua caminhada, tão e tão só
Sem abraço, sem natureza, apenas o nada
Para onde foram as árvores e as águas claras
Os olhos que se olham, sorrisos que se beijam
Os braços que se tocam e as conversas
Amor, natureza e sensibilidade
Onde está tudo que dá sentido
História, vida, planeta e continuidade
Amor, amor, amor e paz
Quando foi que nos perdemos? 
Onde estamos nós?

Maria Iraci Leal_MIL
POA/RS/Brasil
29/09/10




2 comentários:

  1. Amada IRFÃ... estamos no meio das aguas deste mar a que chamamos VIDA... procurando cada um, um porto seguro... quem sabe um dia o homem possa se encontrar... Forte teu poema, essecialmente denso... muito lindo, amei... beijos da MANA VC

    ResponderExcluir