Pesquisar este blog

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Quem sou eu afinal? Poema MIL.



 Quem sou eu afinal? 


 Eu não sou quem eu já fui 
 E nem sou o que serei 
 Se eu já fui e não sou mais 
 E nem serei, pois não cheguei 
 Como posso estar sendo 
 Se já não sou mais 
 E nem ainda cheguei lá 
 Quem sou eu afinal? 
 Não me entendo 
Não me conheço 
 Só apresentaram uma forma 
 Que não pode voltar atrás 
 Tampouco dar saltos ao futuro 
 Não pertence a nada 
 Não sei quem sou 
 Não posso ser quem fui 
 Muito menos quem eu serei 
 Afinal eu sou? E o quê? 
 O paradoxo total? 
 KKKKKK_Melhor ir ao carnaval! 


 Maria Iraci Leal_MIL
 D.R.Creative Commons License 
 16/07/11
(Imagem retirada da Web} 

2 comentários:

  1. Menina, tu fazes questionamentos existencial, filosófico, teológico, dá voltas em nossa cabeça, que praticamente "racha" para tentar entender o que dizes, e ao final tu vens com Carnaval (risos). Será que o melhor é nomear a tua fantasia de "paradoxo total", e cair na folia, sem maiores perguntas? Muito bom, super criativo, adorei. A imagem é fantástica - cuidado para a Globo não roubar o layout para o programa de domingo, de mesmo nome. Parabéns. Beijos da Silvia

    ResponderExcluir
  2. Maninha MIL,

    É isso que eu chamo de efeito "relaxa e goza"... rsrsrs... já que não entende... relaxa e goza... deixa tudo pra lá...
    Vamos abrir um bloco no carnaval... VOLTA DOS QUE NEM FORAM... que achas? Silvinha também vai entrar, e acho que mais gente irá... aí a gente bota o BUTECO na rua... AMEI... beijos de VC, amada IRFÃ...

    ResponderExcluir