Pesquisar este blog

domingo, 25 de dezembro de 2011

Dias há / poema MIL


Dias há... 


Dias há em que o sol  
Desponta muito dourado 
Misterioso e safado 
Dá vontade sair da cama 
Sair pulando e cantando 
E o dia já imaginando 
Esquecer compromissos 
Ir passear 
Vestir um jeans 
Uma camiseta 
Caminhar nos jardins 
Andar pelos prados 
Ficar de papo pro ar 
Comer cachorro quente
Comer pipoca 
Dias há 
Que parecem mágicos 
Sem nada acontecer 
Basta o sol aparecer 
Queremos sair e viver! 


Maria Iraci Leal_MIL  
31/08/11 
Modif. em 25/12/2011 
POA/RS/Brasil

2 comentários:

  1. Preciso ir para POA... aqui em SAMPA não tenho encontrado esses dias, faz tempo... são dias de otimismo absurdo... um contentamento pululante... aí que saudade me dá... adorei lembrar deles... vameu minha IRFÃ querida... beijos vários de VC

    ResponderExcluir
  2. MIL
    Que verdade!
    Tem dias que nada de extraordinário acontece,mas o dia fica extraordinário!
    Belissimo! Bjsssss

    ResponderExcluir