Pesquisar este blog

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

ABSINTA-ME



Brinde comigo
corpos despidos
sorrisos despudorados
olhares lascivos.

Nos lábios
gosto absinto
vulgar arthemisia
sofisticado Pernoud.

Entrega letal
verdes sonhos
loucos gênios
amante fada.

Bela festa
na tela
Picasso
Van Gogh.

Poética mesa
água ritual
Hemingway
Verlaine.

Ab-sinta-me
Toma-me
Na mistura
Que bebes!

..........................
[SILVIA MENDONÇA]
Publicado no Recanto das Letras
Pirenópolis (GO), 30 de agosto de 2008

2 comentários:

  1. Ab-sinta-me
    Toma-me
    Na mistura
    Que bebes!

    Belíssimo Silvia!
    Entendo como o acoplamento de todas as emoções, encontro de corpo e alma pelo desejo, bjs MIL.

    ResponderExcluir
  2. Silvia querida...
    Que desbunde de ABSINTO... enche o copo... rsrsrs
    uma dose não basta...

    "Brinde comigo
    corpos despidos
    sorrisos despudorados
    olhares lascivos."

    Festa para a noite toda... delicia... deixar-se levar... soltar-se... e não desejar voltar...

    Afinal, SEJA MUITO BEM VINDA!!! A CASA É SUA TAMBÉM... beijos dA mana VC

    ResponderExcluir